Dicas de CompraImóveis na PlantaImóveis NovosImóveis Usados

Recém casou? Veja 4 dicas para escolher a casa certa

0

Após a euforia das comemorações de casamento, chegou o grande momento de começar a construir a vida a dois. O casamento é um marco na vida de um casal, quando deixam de ser duas pessoas apaixonadas para se tornarem realmente uma família, oficializando essa decisão para o mundo.

Hora de colocar os sonhos no papel e transformá-los em objetivos, planejando os próximos passos para que as metas a dois possam ser alcançadas. Esse é o momento em que geralmente se faz valer o ditado “quem casa, quer casa”.

E realmente, você terá que concordar que não há nada melhor do que viver em um lugar que é seu. Além disso, investir em um imóvel é uma ótima maneira de iniciar a construção do patrimônio do casal, e certamente você vai querer fazer as melhores escolhas nesse momento.

Para auxiliar na busca da casa certa para você viver com o seu amor, reunimos algumas dicas que abordam pontos imprescindíveis para garantir o sucesso dessa empreitada. Acompanhe abaixo com bastante atenção.

1. Planejamento dos investimentos na vida a dois

O primeiro passo e mais importante, que às vezes é perigosamente negligenciado pelas pessoas, é realizar o planejamento. Como já falamos, é preciso transformar os sonhos em objetivos, traçando estratégias concretas para a viabilizar a realização de cada um deles. Ou não vão passar de sonhos.

Dividir as despesas será algo natural nesse momento, lembre-se que é preciso ter disciplina, organização e foco no que vocês querem realizar juntos, para que isso flua em harmonia e vocês possam chegar nos resultados desejados.

Façam juntos uma avaliação dos recursos e gastos e avaliem a situação em que se encontram, assim poderão definir como poderão investir para a alcançar esse objetivo. É essencial que ambos compreendam plenamente como o orçamento mensal é utilizado e como ele pode ser melhor aproveitado.

Pode ser que seja preciso fazer alguns ajustes no orçamento, incluindo cortes de gastos. Nesse caso, existem gastos individuais e em conjunto e será preciso avaliar o que é realmente importante e o que poderá ser eliminado, ao menos por determinado tempo de acordo com o planejamento – será necessário o empenho dos dois.

Um imóvel é um alto investimento, mas hoje em dia não é necessário pagar a vista para fazer a aquisição do seu, pois existem diferentes opções de crédito disponíveis no mercado. Basta analisá-las e ir em busca do que encaixar melhor a realidade de vocês.

Uma ótima alternativa é o programa habitacional do Governo Federal Minha Casa Minha Vida. Através dele, é possível financiar um imóvel com as taxas mais baixas do mercado e dependendo da faixa de renda que você se enquadra, receberá subsídios do governo para abater no valor do imóvel. Entre outras vantagens.

Existem mais opções de financiamentos de acordo com a sua necessidade, lembrando que é sempre interessante ter uma reserva para negociar no valor de entrada e conquistar uma melhor condição nas parcelas, por exemplo, tudo vai depender do que se encaixa melhor no momento financeiro do casal.

Sabendo já o quanto vocês poderão investir, o próximo passo é decidir em qual vizinhança desejam morar.

2. Como escolher a vizinhança certa

Nesse momento o que mais conta é o estilo de vida que vocês desejam ter, assim como a rotina de atividades diárias de cada um.

O que vale mais a pena: morar em um local central, perto de tudo, ou então morar em um bairro um pouco mais afastado do centro e garantir uma vizinhança mais tranquila?

E, por mais que tenham a preferência por um bairro mais tranquilo, é importante priorizar a existência de serviços fundamentais nas proximidades, como supermercados e farmácias. Também verificar as opções de transporte, além de calcular os gastos diários de deslocamento.

Outro aspecto muito importante a ser analisado é a segurança no bairro, porque infelizmente os índices de violência e criminalidade no nosso país vem subindo com o passar dos anos e, dentro das cidades, sabemos que alguns bairros podem ser mais seguros do que outros. Para isso, procure se informar com pessoas que moram no local sobre o assunto.

Pense também no seu trajeto diário, nos locais em que precisa ir com frequência, como os já citados acima, o trabalho, faculdade, academia, entre outros. E também nos locais que costumam frequentar por lazer. Dependendo do percurso, ele pode se tornar perigoso passando por locais arriscados, o que pode variar de acordo com o horário.

Outro ponto relevante é referente a tendência de valorização do bairro, que pode ser prevista de acordo com futuros investimentos em infraestrutura da prefeitura, ou novos empreendimentos na região, como shoppings e condomínios de alto padrão, por exemplo.

3. Como escolher o imóvel perfeito para morar

Com a vizinhança já em mente, chegou o momento de escolher o imóvel que mais tem a ver com o casal. Aqui continua contando o estilo de vida, além dos planos para o futuro. Alguns casais recém casados já planejam ter filhos, outros nem pensam no assunto.

Esses aspectos irão influenciar diretamente o tipo de imóvel, se será casa ou apartamento, e qual o tamanho e ambientação mais adequados. Está na hora de pensar em quantos quartos precisam e outras características.

Caso gostem de receber visitas é interessante garantir um bom espaço para as confraternizações – que pode ser uma ampla sala de estar ou a infraestrutura de um condomínio, são inúmeras possibilidades.

Se pretendem ter filhos, é melhor garantir desde já o espaço extra. Animais de estimação também precisam de alguma estrutura específica que vai variar dependendo do tipo de animal. Um cão de grande porte precisa de bastante espaço, de preferência um pátio bem amplo, enquanto um gato pode ser facilmente criado em pequenos apartamentos, por exemplo.

Pesquisem sobre os imóveis disponíveis e façam uma seleção daqueles que mais agradarem a vocês. Procurem visitar no mínimo 3 vezes o local em horários diversificados para observar a posição solar e também as movimentações na vizinhança.

Observar de perto a estrutura do imóvel é algo necessário, por isso estejam atentos aos detalhes externos e internos, quanto a iluminação, acabamentos de pintura, qualidade de pisos e lajotas, aberturas, e assim por diante.

Levar uma fita métrica nas visitas também é válido, assim você pode medir os ambientes e ter uma noção mais exata do tamanho de cada cômodo e como fará a distribuição das suas coisas após a mudança.

Nesse momento é imprescindível a presença de um profissional para obter um bom resultado. Durante as visitas, você pode chamar um arquiteto ou engenheiro para ajudar a levantar os possíveis gastos com reformas. Será melhor ainda se você puder contar com um corretor imobiliário nesse processo.

4. Encontre um bom corretor de imóveis e garanta o melhor negócio

Afinal, todas as etapas que descrevemos acima merecem muito cuidado e atenção, e pode ser que vocês deixem escapar alguns detalhes por falta de conhecimento. Já com o acompanhamento de um corretor de imóveis, poderão contar com o conhecimento e experiências dele, para compreender tudo no mundo dos imóveis por você.

Ainda não conhece um bom corretor? Comece a sua busca por uma imobiliária conceituada no mercado da sua cidade.

No caso da UNE, as seleções dos profissionais são altamente criteriosas, exigindo qualificações além do tradicional nesse ramo, elevando assim o nível de qualidade no atendimento dos clientes.

Além disso, os corretores recebem treinamentos e capacitações exclusivas com base na inovadora metodologia de trabalho da rede UNE, que tem como foco atingir a excelência no atendimento ao cliente para que você tenha a melhor experiência possível e atinja seus objetivos de compra.

Assim, você terá um grande aliado na sua busca pelo imóvel perfeito! Basta jogar limpo e deixar bem claro tudo o que você procura, quanto está pensando em investir e quais características poderá ou não abrir mão. Ele saberá exatamente onde encontrar e lhe auxiliará a realizar a melhor negociação possível.

Seguindo essas dicas, com toda certeza você e o seu amor terão o sonho de morar em uma casa com a cara de vocês, enfim realizado e com sucesso! Hora de planejar a mudança e curtir este momento tão especial dos dois, com toda a assistência necessária e sem nenhuma dor de cabeça. Afinal, ser feliz é o que interessa!

Investimentos para jovens: como organizar o seu dinheiro para a compra do 1º apê

Artigo anterior

UNE Master estará presente na 32º Franchising Fair Salvador

Próximo artigo

Talvez você também goste

Mais artigos em Dicas de Compra