Consórcios

Qual o papel da administradora no consórcio

0

O consórcio é uma das modalidades de investimento inteligente que mais crescem no Brasil. Você sabe qual o papel da administradora nesse processo? 

Trata-se de uma modalidade de investimento em que um grupo de pessoas, com desejo em comum de comprar determinado bem, se une por meio de uma administradora.

Então é paga uma parcela mensal e ao longo do tempo estipulado na hora da contratação, você é contemplado com o valor total do prêmio. Para saber mais sobre o consórcio acesse o que é um consórcio e quando ele é indicado.

A gestão do grupo de consórcio é realizada por uma empresa especializada que chamamos de administradora.Continue com a leitura e entenda melhor!

O que é uma administradora no consórcio?

A administradora no consórcio é quem faz a mediação entre os participantes.

É ela quem “organiza a casa” em um consórcio, ou seja, é a empresa responsável por gerenciar os grupos de forma que tudo flua e ninguém saia prejudicado caso alguém deixe de pagar as parcelas, por exemplo.

Imagine que você contratou um consórcio com um grupo de pessoas aleatórias e em algum momento uma delas deixa de pagar as parcelas, a administradora é quem fica responsável por colocar outra pessoa no lugar.

Cumprindo com o que está estipulado no contrato e garantindo que o grupo do consorciado não saia prejudicado. 

É ela quem gere os participantes, fica responsável pela organização das assembleias.

Portanto, é importante que você conheça bem a administradora antes de contratar o consórcio e principalmente se certificar de que ela é autorizada pelo Banco Central do Brasil.  

Fiscalização e regulamentação

Toda administradora deve ser autorizada pelo Banco Central do Brasil.

O BC (Banco Central do Brasil) é responsável pela normatização, supervisão e autorização dos serviços prestados pela administradora no consórcio garantindo eficiência e qualidade.

De período em período a administradora deve prestar informações contábeis sobre as operações do consórcio à BC. 

Isso acontece por que a relação entre os clientes e as administradoras é abrangida pelo Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, com isso então cabe aos órgãos integrantes desse sistema fazerem essa mediação. 

Quais as obrigações de uma administradora no consórcio?

A administradora é um ponto chave no consórcio como já dito anteriormente, mas afinal, quais suas obrigações?

 

  • Determinar as características do grupo;
  • Analisar a viabilidade econômica do serviço;
  • Determinar os valores de crédito;
  • Criar os critérios para atualização de crédito;
  • Organizar as assembléias;
  • Realizar os sorteios e organizar lances.

 

Entre outras atividades que envolvem o processo de contratação.

Por isso, a administradora cobra uma taxa, devido a série de responsabilidades assumidas pela mesma. Com tanto a taxa cobrada pela administradora é de um percentual de 23% e muito mais baixa comparando a um financiamento, por exemplo.

É muito importante que você seja orientado por profissionais capacitados que te auxiliem nesse processo.

A UNE pode te ajudar! Nossos franqueados oferecem um atendimento especializado identificando a melhor estratégia para cada cliente e trabalham vinculados às melhores administradoras do mercado, todas empresas idôneas de acordo  com o Banco Central do Brasil.

Acesse também o E-book  Entenda o consórcio e quando ele é indicado e saiba mais a respeito do consórcio.

 

Conheça o seguro odontológico

Artigo anterior

E-book – 9 cuidados para manter a casa segura enquanto você estiver fora

Próximo artigo

Talvez você também goste

Mais artigos em Consórcios