Dicas de Venda

Como fazer um tour virtual para atrair compradores

0

Tudo está online, assim como seus compradores em potencial. Os passeios virtuais são uma maneira conveniente para os compradores de imóveis verem aqueles nos quais estão interessados diretamente do conforto dos sofás da sala.

Isso significa que eles podem passar menos tempo fisicamente indo de casa em casa e podem pré-selecionar todas as que atendam aos seus critérios. A partir disso, se optarem e for possível, então, eles visitarão apenas os imóveis que realmente têm interesse.

Para você, corretor de imóveis, a grande vantagem disso é que, provavelmente, você mostrará imóveis para clientes que os estão considerando seriamente, economizando um tempo valioso de todos, além de estar disponível todos os dias da semana, a qualquer hora, sem estar de fato lá. 

No entanto, você precisa ter consciência de que precisa ter uma grande presença online, para não perder compradores em potencial. Isso significa que o seu sucesso com as vendas, muitas vezes, dependerá da qualidade do seu perfil online.

Com a pandemia COVID-19 impedindo a vida como a conhecíamos, o aumento na demanda por tours virtuais vem crescendo. Segundo levantamento do grupo Zap, a busca por unidades com esse tipo de recurso, para venda ou locação de imóveis, cresceu 158% desde o início do isolamento social.

Muitos compradores de imóveis se sentem inseguros ao conduzir uma busca pessoalmente no momento. Felizmente, existem muitas ferramentas online para navegar virtualmente no processo de negociação de uma casa.

Então, como funciona o processo de compra virtual de uma propriedade? Se você é um profissional desses novos tempos, é importante aprender a fazer um tour virtual vendedor. Vamos explorar tudo o que você precisa saber? Prossiga a leitura desse artigo e veja o que preparamos para você!

O impacto do COVID-19 no processo de compra de uma casa

Se você está atualmente no mercado para comprar ou vender uma casa, notará rapidamente que as diretrizes de segurança do COVID-19 mudaram a forma como os negócios são feitos. 

Embora as mudanças possam ser mais diferentes em alguns estados do que em outros, você provavelmente encontrará algumas alterações feitas para acomodar as preocupações de segurança do COVID-19.

Muitos profissionais do setor imobiliário dinamizaram suas práticas de exibição de casas para acomodar as preocupações de segurança em torno do COVID-19. Além de visitas presenciais ajustadas, muitos corretores estão oferecendo tours virtuais para compradores em potencial.

Embora muitos possam ter se sentido inicialmente céticos em relação aos passeios virtuais, o tom mudou em 2020. Na verdade, essa já é considerada a melhor opção para muitos compradores que estão dispostos a fazer uma oferta por um imóvel na atual realidade.

Mas afinal o que é tour virtual?

O tour virtual é uma tecnologia de realidade virtual com a qual uma pessoa pode experimentar um local remotamente. Isso significa que através de um tour virtual, é possível visitar um local virtualmente e vivenciar o entorno mesmo sem estar lá.

Tal recurso no mercado imobiliário é uma simulação de um imóvel existente usando uma sequência de vídeos ou fotos em 360°. Um tour virtual também pode incluir elementos adicionais de multimídia, como áudio, texto ou sobreposições gráficas.

Esses tours podem ser de três formas: tours em vídeo, visitas interativas em 360º e passeios em 3D. Tudo irá depender da preferência e habilidade do profissional e da ferramenta utilizada para confecção do tour.

Como fazer um tour virtual por imóveis

Está convencido de que vale a pena fazer um tour virtual? Além de proporcionar visitas 24h por dia, você ainda poderá gerar conversões, pois a interação torna muito mais fácil para as pessoas se imaginarem no interior do imóvel, e, com isso, são mais facilmente convencidas a comprar o imóvel. 

Pesquisas apontam que os tours virtuais atraem mais visualizações e geram mais leads do que apenas textos e imagens estáticas. Veja como criar um tour virtual impressionante que atraia compradores em potencial.

Investir na encenação

Certifique-se de que seu preparo seja bom. Não mostre quartos vazios aos compradores. Você quer que o espaço pareça habitável, para que eles possam facilmente se imaginar morando lá. Invista em alguma decoração que dê ao espaço um ambiente aconchegante e acolhedor. 

Certifique-se de que a área também seja organizada e não pareça desordenada. Tente mantê-lo neutro, se possível, pois as pessoas podem ter dificuldade em ignorar um esquema de design que não é o seu estilo.

Antes de começar o tour virtual, dê uma volta pela propriedade para decidir quais ângulos e vistas são mais importantes. Verifique se você tem uma boa iluminação e se a propriedade está limpa e organizada. 

Simule um tour presencial

Pense no caminho que uma pessoa que passaria pela casa tomaria e imite-o com seu passeio. Onde eles naturalmente parariam para admirar a vista? O que eles gostariam de ver mais de perto? Se você estiver fazendo um tour fotográfico mais básico, tire fotos amplas e também em close-ups e, ao publicá-las, ordene-as de uma forma que faça sentido e pareça orgânica.

Aplicar métodos básicos de fotografia

A qualidade da imagem ou do vídeo será sua prioridade. Imagens desfocadas ou mal iluminadas afastam os compradores em potencial e diminui a probabilidade de eles darem uma segunda olhada em uma casa. 

Não importa os meios que você está usando para criar seu tour virtual, se você está fotografando as imagens sozinho, certifique-se de conhecer os fundamentos da fotografia com antecedência.

Se você tiver uma boa iluminação, é possível tirar fotos e vídeos muito bons usando seu smartphone. No entanto, se você planeja fazer a maior parte de suas próprias fotografias, convém considerar investir em uma câmera, ou em um smartphone, de alta qualidade. O importante é que o equipamento garanta a você excelência nas imagens.

Aqui estão algumas dicas básicas de fotografia para você começar:

Luz

Acenda todas as luzes ou traga a sua própria se o imóvel não tiver muita. Abra as cortinas e persianas para permitir a entrada de tanta luz natural quanto possível. Faça suas fotos em um dia ensolarado. A menos que você esteja filmando ao ar livre sob a luz solar direta, é difícil ter muita luz, especialmente ao filmar dentro de uma casa.

Encontre seus ângulos

Ao tirar fotos de cômodos, normalmente você deseja fotografar da porta, olhando para dentro. Certifique-se de incluir o chão em suas fotos e o mínimo de teto possível. 

Preste atenção em como você enquadra suas fotos; qualquer coisa estranha ou feia (pilhas de lixo, latas de lixo, etc.) deve ser deixada de fora. Quando você estiver tirando uma foto da casa de frente, tente tirar um pequeno ângulo, para mostrar a profundidade da casa.

Tire mais do que você precisa

Tire muitas fotos e faça várias tomadas de seus vídeos. Se você tem muitas opções, você começa a ser exigente e só apresenta o seu melhor trabalho. Ter muito poucos pode significar que você ficará limitado se uma de suas imagens ficar desfocada.

Minimize a inclinação da câmera

Quando você inclina a câmera para cima para tirar uma foto de um cômodo, as linhas verticais na parede podem ficar distorcidas. Tente manter o nível da câmera e mover seu corpo, não a câmera, para capturar melhor uma imagem ampla.

Não use flash

Se você optar por contratar um profissional, ele pode trazer seu próprio flash externo para iluminar as fotos. Se você estiver fazendo o seu próprio, no entanto, não use o flash embutido de sua câmera, pois ele pode fazer os objetos parecerem não naturais e adicionar brilho às suas fotos. Se você precisar de um flash, traga mais fontes de luz externas. Até mesmo um abajur barato pode ajudar a iluminar melhor suas fotos.

Mantenha a mão firme

Pense em investir em um tripé. Eles podem ser bastante úteis se a casa em que você está filmando não receber muita luz, pois você pode prolongar a exposição sem granulação ou desfoque. 

Se você estiver gravando um vídeo, certifique-se de que seu tripé possa ser girado com a câmera nele, para que você possa obter fotos suaves e abrangentes de um cômodo. Se você precisar fazer uma foto em movimento, faça movimentos lentos e fáceis. Ninguém quer assistir a um vídeo trêmulo.

Não desvalorize a pós-produção

Suas fotos provavelmente precisarão de alguns retoques, pois as cores podem deformar em uma foto e fazer com que a imagem pareça diferente do que é real. 

Existem muitos programas de edição de baixo custo ou mesmo gratuitos que permitem fazer retoques básicos, como diminuir o brilho de áreas excessivamente claras ou equilibrar imagens com tons de laranja. 

Verifique suas fotos para ver se elas também precisam ser cortadas. Cortar para incluir apenas elementos importantes é uma maneira fácil de melhorar suas fotos.

Crie uma produção multimídia

Usar vários formatos permitirá que você apresente uma visão mais holística da propriedade do que se estivesse usando uma única mídia, especialmente se não estiver usando uma apresentação 3D. Dê aos potenciais compradores tanto contexto quanto possível.

Por exemplo, se você estiver filmando um vídeo passo a passo de uma casa, inclua fotos de cada cômodo que ampliem os detalhes interessantes. Ter a experiência completa fornecendo a planta baixa da casa e indicando onde na planta baixa cada parte do tour acontece, ajuda a orientar os visualizadores.

Seu tour virtual não precisa se limitar ao que você pode fazer em seu site. Se você é ativo nas redes sociais, considere utilizar o recurso de câmera de 360 ​​graus do Facebook para mostrar rapidamente uma bela sala para seus seguidores. Usar vários meios e plataformas aumentará o número de compradores em potencial que você está alcançando.

Mostre os arredores

Existe uma bela trilha que passa perto do bairro, ou um belo lago, ou uma praça na vizinhança, ou, ainda, um rico jardim no quintal? Um pequeno vídeo ou imagem de alta qualidade das belezas naturais da área pode deixar os compradores animados de uma forma que 15 fotos do mesmo cômodo não podem.

Aproveite ao máximo os aspectos visualmente mais atraentes do local, incluindo-os em seu tour virtual. Lembre-se de fatores como iluminação e hora do dia para garantir que você obtenha as melhores fotos possíveis. 

Se a vista da área dos fundos é incrível, visite a casa ao pôr do sol e tire uma foto. Afinal, seu objetivo não é apenas mostrar como é a casa, mas, principalmente, mostrar por que os compradores devem querer morar nela.

Lembre-se de incluir fotos externas também, incluindo jardim da frente ou entrada do prédio, quintal, se aplicável, espaço comum (como decks) e comodidades do entorno.

Faça seu tour virtual com a UNE

Passeios virtuais por imóveis podem permitir que o comprador expanda sua pesquisa e o vendedor aumente seu grupo de compradores em potencial. Com isso, todos saem ganhando – especialmente quando as restrições do COVID-19 permanecem em vigor.

Por mais que o apelo seja cada vez maior e se fale bastante no mercado sobre o uso de tecnologia, o tour virtual 360º ainda é pouco implementado pelas imobiliárias no Brasil, sendo um grande diferencial quando aplicado.

A UNE oferece um software específico para tour virtual, possibilitando que os consultores da rede ofereçam esse recurso para seus clientes, garantindo todos os benefícios que apresentamos nesse artigo, o que amplia sua competitividade no mercado.

Esse é só mais um benefício em ser nosso consultor franqueado. Sabe como funciona? Ficou interessado? Entre em contato conosco clicando aqui e saiba mais sobre a oportunidade que pode estar faltando para a grande virada profissional de sucesso na sua vida!

Como comprar imóveis online

Artigo anterior

Mantendo um relacionamento a distância no mercado imobiliário

Próximo artigo

Talvez você também goste

Mais artigos em Dicas de Venda