Casa e DecorMercado Imobiliário

Casa Inteligente: a Internet das coisas transformando lares

0

Já se passaram alguns anos desde que começamos a ouvir o boato sobre um novo tipo de tecnologia doméstica. Espelhos inteligentes, aspiradores de pó robóticos, utensílios de cozinha sem fio – dispositivos interativos e conectados à Internet que transformariam nossas vidas. 

Em 2019, as vendas de dispositivos domésticos inteligentes (do inglês ”Internet of Things – IoT chegaram a US$ 13 bilhões e a previsão é que cheguem a um valor de mais de US$ 53 bilhões em 2022. São cerca de 221 milhões de casas automatizadas ao redor do mundo.

Mas na possibilidade de ter essa casa sempre conectada, desde sistema de música sensível ao humor, iluminação inteligente, aquecimento e resfriamento inteligentes, persianas motorizadas, janelas e portas automatizadas, parece haver pouca discussão sobre por que os consumidores optam por IoT e se a vida doméstica realmente melhora como resultado disso.

Considerando o quão pessoais são nossas casas, trazemos nesse artigo algumas das principais ideias e vantagens em torno do assunto. Vem com a gente para saber mais!

O que é uma casa inteligente?

Uma casa inteligente refere-se a uma configuração doméstica conveniente, em que aparelhos e dispositivos podem ser controlados remotamente de qualquer lugar com uma conexão à Internet usando um celular ou outro dispositivo em rede. 

Os dispositivos em uma casa inteligente são interconectados pela Internet, permitindo ao usuário controlar funções como segurança de acesso à casa, temperatura, iluminação e home theater remotamente.

Como funcionam as casas inteligentes

Os dispositivos de uma casa inteligente estão conectados uns aos outros e podem ser acessados ​​por meio de um ponto central – um smartphone, tablet, laptop ou console de jogo. 

Fechaduras de portas, televisores, termostatos, monitores domésticos, câmeras, luzes e até mesmo aparelhos como a geladeira podem ser controlados por meio de um sistema de automação residencial. 

O sistema é instalado em um dispositivo móvel ou em outro dispositivo em rede e o usuário pode criar cronogramas para que certas alterações entrem em vigor.

Os eletrodomésticos inteligentes vêm com habilidades de autoaprendizagem para que eles possam aprender os horários do proprietário e fazer ajustes conforme necessário. Casas inteligentes com controle de iluminação permitem que os proprietários reduzam o uso de eletricidade e se beneficiem da economia de custos relacionados à energia. 

Alguns sistemas de automação residencial alertam o dono da casa se algum movimento for detectado quando ele estiver fora, enquanto outros podem chamar as autoridades – polícia ou corpo de bombeiros – em caso de situações iminentes. 

Uma vez conectados, serviços como campainha inteligente, sistema de segurança inteligente e aparelhos inteligentes fazem parte da tecnologia da Internet das coisas (IoT), uma rede de objetos físicos que podem reunir e compartilhar informações eletrônicas.

Segurança e eficiência são as principais razões por trás do aumento no uso da tecnologia de casa inteligente.

Vantagens de se ter uma casa inteligente

A instalação de um sistema de tecnologia de casa inteligente proporciona conveniência aos proprietários. Em vez de controlar eletrodomésticos, termostatos, iluminação e outros recursos usando diferentes dispositivos, os proprietários podem controlá-los usando um único dispositivo – geralmente um smartphone ou tablet.

Uma vez que estão conectados a um dispositivo portátil, os usuários podem receber notificações e atualizações sobre problemas em suas casas. Por exemplo, as campainhas inteligentes permitem que os proprietários vejam e se comuniquem com as pessoas que batem à sua porta, mesmo quando não estão em casa. Os usuários também podem definir e controlar a temperatura interna, a iluminação e os aparelhos.

Para o custo de configuração do sistema inteligente, os proprietários podem se beneficiar de economias de custo significativas. Eletrodomésticos e eletrônicos podem ser usados ​​com mais eficiência, reduzindo os custos de energia.

Não é difícil automatizar uma casa

A automação residencial tem tudo a ver com conforto, conveniência e segurança, e isso através de pequenos dispositivos como controles remotos de TV. Depois de tê-los, você não consegue imaginar a vida sem eles.

Agora, imagine estender as conveniências simples que você já tem, aos poucos, para incluir controle de iluminação, eletrodomésticos, componentes de entretenimento, aquecimento e ar condicionado, comunicação, segurança, cortinas e persianas e muito mais – de qualquer lugar e em qualquer lugar, automaticamente e remotamente. Essa é uma casa inteligente automatizada, veja:

Conveniência

Uma casa automatizada é a conveniência de economizar seu tempo e esforço configurando sua casa para executar funções de rotina automaticamente – como regar seu gramado, ligar e desligar luzes, ajustar o ar-condicionado, fechar janelas e muito mais.

Segurança

Casas automatizadas oferecem a segurança de saber que seu imóvel dará o alerta se algo estiver errado, e você pode até mesmo dar uma olhada nele de qualquer lugar do mundo. Automatizar sua casa pode contribuir para um ambiente de vida mais seguro e saudável.

Economia

Desfrute da economia de energia atribuindo à sua casa automatizada a responsabilidade de regular as luzes, o aquecedor de água, os componentes de entretenimento, os eletrodomésticos e o sistema de irrigação, de forma que esses dispositivos sejam ligados apenas quando necessário.

Assistente Virtual

Os alto-falantes inteligentes são as ferramentas de automação residencial mais populares entre as pessoas que desejam iniciar o processo de uma casa inteligente. Atuam como assistentes virtuais por meio de comandos sonoros, que são ativados através de inteligência artificial. 

Existem no mercado os assistentes Alexa e Google que reúnem vários dispositivos. Entre os serviços, é possível configurar lembretes, tocar uma playlist do seu serviço de streaming de música favorito e o mais importante, controlar os dispositivos através de comando de voz. Os alto-falantes inteligentes da Amazon, incluindo Alexa, são os mais populares, mas o Google Nest Mini já existe, o HomePod da Apple, etc. variando entre R$200 e R$800.

A parte mais importante do processo é que o dispositivo seja compatível com um assistente virtual e seja controlado remotamente. Ou seja, ativado por infravermelho. Se o seu aparelho eletrônico não for compatível com essa tecnologia, você precisará de um segundo dispositivo, com controle infravermelho, para processamento por meio de controle de voz.

A tecnologia da IoT no mercado imobiliário

Embora a tecnologia inteligente esteja cada vez mais sendo construída em novas residências e empreendimentos, ela também pode ser adaptada em propriedades existentes com facilidade.

Muitas empresas já adotam tecnologia simples que pode transformar qualquer residência existente em uma casa inteligente, usando os recursos que a propriedade oferece. Isso permite que o processo seja realizado de forma rápida, acessível e eficaz, muitas vezes em apenas alguns dias ou semanas, e sem fazer quaisquer alterações na estrutura da propriedade.

Cada vez mais pessoas, incluindo investidores e clientes de primeira viagem, estão se conectando à tendência crescente de residências de alta tecnologia que podem fazer de tudo. Se você não quer ficar de fora dessa, entre em contato com a Rede UNE mais próxima! Nossos profissionais são capacitados a encontrar o lugar que mais se adapta às suas necessidades. Fale conosco!

Home Staging para investidores: por que fazer?

Artigo anterior

7ª Convenção anual UNE Imóveis

Próximo artigo

Talvez você também goste

Mais artigos em Casa e Decor