Dicas de CompraImóveis na PlantaImóveis NovosImóveis UsadosMinha Casa Minha Vida

6 [+2] motivos para sair do aluguel e ter a sua casa própria

0

Viver de aluguel não é tão simples assim, pode gerar uma série de complicações como imprevistos no orçamento, burocracias e desentendimentos. Além é claro, de comprometer o seu orçamento com algo que não irá gerar nenhum retorno financeiro.

Por isso, reunimos aqui alguns motivos que irão impulsionar você a tomar a decisão de investir no sonho do primeiro imóvel.

1. Aluguel é um dinheiro que não volta, troque ele pela parcela de algo que é seu

Você já parou para pensar que o dinheiro que você paga todos os meses em aluguel, além de ser uma despesa que compromete significativamente o seu orçamento, é um gasto que nunca vai ser recuperado? Ao optar por financiar um imóvel você deixa de comprometer o seu orçamento com um gasto perdido e começa a investir na sua casa própria, com a certeza de que terá um bem de alto valor com data de término das parcelas.

2. Comprar um imóvel é uma das melhores formas de investimento

Além de transformar o valor mensal do aluguel em um bem que é seu, adquirir o seu imóvel, adquirir o seu imóvel é uma ótima opção de investimento, pois ele pode trazer um grande retorno financeiro no futuro. Em caso de venda, você provavelmente vai receber um valor bem mais alto do que investiu na compra dele, pois com o passar do tempo o imóvel tende a se valorizar cada vez mais. Uma outra ótima estratégia para gerar receita futura e continuar investindo com sabedoria, é transformar o dinheiro recebido pela venda do primeiro imóvel na entrada da compra de outro ainda melhor. Outra opção interessante para quem quer gerar uma renda fixa mensal é usar o imóvel para locação.

3. Resolver problemas sem burocracia

Se você já passou por problemas com a manutenção de um imóvel alugado sabe que muitas vezes a situação acaba se prolongando porque você não possui autonomia para buscar uma solução. É necessário entrar em contato com o proprietário através da imobiliária e contar com a boa vontade e disposição financeira dele para que as coisas andem. Além disso, quando as soluções acontecem normalmente você não tem o direito de escolher o fornecedor, material nem a forma em que a resolução do problema vai acontecer. Tendo o seu imóvel todas essas opções e decisões estão disponíveis para você, no tempo em que você quiser.

4. Um imóvel é um forte aliado na sua estabilidade financeira

Sabemos que contar com a previdência para aposentadoria aqui no Brasil provavelmente não vai garantir as condições necessárias para viver bem na terceira idade. Normalmente é uma fase da vida na qual o custo de vida vai aumentando, ao mesmo tempo em que a saúde já não é mais a mesma e pode ser que isso interfira diretamente no seu orçamento. Imagine-se ainda precisando desembolsar o valor do aluguel todos os meses, péssimo não? Caso você não reserve um bom dinheiro para essa fase da vida, algumas coisas podem se tornar complicadas. Por isso, adquirir um imóvel pode ser uma das condições decisivas para a garantia de estabilidade financeira e qualidade de vida no futuro.

5. O seu imóvel tem a sua cara

Quando você aluga um imóvel existem algumas limitações quanto a reformas e melhorias para realizar qualquer mudança no ambiente. Seja uma reforma para obter melhorias na infraestrutura da casa, a renovação da pintura externa para deixar a fachada mais bonita ou alguma mudança no interior para deixar os ambientes mais aconchegantes, nada disso pode ser decidido ou planejado sem o aval do proprietário. Sem falar que gastar dinheiro com algo que não é seu não é lá muito animador. Por isso quando o imóvel é seu você pode investir tranquilo nas mudanças que desejar, quando e como quiser, para deixar tudo do jeitinho que você gosta! Bom né?

6. Planejamento financeiro com maior tranquilidade

Você pode organizar a sua vida financeira com maior precisão ao sair do aluguel e investir na sua casa própria. Isso porque ao investir na compra de um imóvel você vai ter os prazos e custos desse investimento bem definidos antes mesmo de assinar o contrato de compra ou de financiamento. Isso ocorre de maneira exatamente oposta quando você vive de aluguel, pois os contratos de locação exigem a renovação de tempos em tempos, normalmente na média de 1 a 2 anos, e vão estar sujeitos a reajustes e atualização de taxas e valores, que provavelmente não serão possíveis de negociar com imobiliária e proprietário.

7. Evite surpresas desagradáveis

O lugar que você que vive implica diretamente em toda a sua rotina e qualidade de vida. Imagine que você mora no bairro ideal, perto do seu local de trabalho, em uma ótima localização com tudo o que você precisa no seu dia a dia por perto. De repente o proprietário solicita a entrega o imóvel com 30 dias de aviso e você precisa se mudar às pressas, o que vai te gerar novos gastos e a busca de um novo imóvel sem planejamento, acabando com toda sua tranquilidade e trazendo mais um problema na sua rotina que provavelmente já é bem corrida. Adquira o seu próprio imóvel e evite surpresas desagradáveis.

8. Facilidades de negociação e Subsídios do governo (Minha Casa Minha Vida)

Antigamente costumava ser bem difícil negociar a compra de um imóvel, mas hoje existem diversas opções de crédito disponíveis. É possível financiar o valor do imóvel com juros baixos e prazos estendidos, com a opção de utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como entrada no financiamento da compra de um imóvel. Também existe a possibilidade de solicitar um financiamento baseado na renda total da família, por exemplo, no caso de um casal são somadas as rendas dos dois, totalizando a renda necessária para viabilizar o contrato.

Além disso, com a implementação programa habitacional Minha Casa Minha Vida, tornou-se viável também para pessoas que não possuem uma renda muito alta conquistarem o sonho da casa própria. Entre as facilidades do programa, é concedido um subsídio do valor do imóvel que varia de acordo com a sua renda. Por exemplo, se o imóvel novo custa R$120.000,00, você pode receber um subsídio no valor de R$25.000,00, lembrando é claro, que o programa tem as suas regras de avaliação (renda, idade, etc) que fazem variar o valor subsidiado de caso para caso. Com todos esses recursos disponíveis com certeza existe uma opção viável para o seu bolso se você procurar.

Com todas essas informações que você acabou de ler, você já sabe exatamente porque sair do aluguel e investir no imóvel próprio é uma decisão importante para a sua vida. Além de proporcionar várias oportunidades ainda garante segurança, liberdade e tranquilidade para você e sua família.

Por que você deveria comprar o seu Minha Casa Minha Vida

Artigo anterior

Investimentos para jovens: como organizar o seu dinheiro para a compra seu do 1º apê

Próximo artigo

Talvez você também goste

Mais artigos em Dicas de Compra