Casa e DecorImóveisReforma

5 [+2] Dicas para simplificar reforma

0

Quando conquistamos algo que tanto almejamos, a tendência é de cuidado e preservação, com a nossa casa própria não é diferente, contanto é normal que em algum momento ela precise de reformas.

Você pode reformar uma casa por alguns motivos, como: ampliá-la, pois a família cresceu, manutenção da parte elétrica, mudar a arquitetura, aumentar seu valor de venda…

Os motivos são diversos, mas a certeza é única: em algum momento ela terá de passar por novas reformulações.   

Às vezes o processo pode ser exaustivo em termos de obra e reformulações da casa, conciliando a rotina, mas no fim sempre vale a pena já que não tem nada mais gratificante do que ver seu cantinho em ordem.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para te ajudar nesse processo, prossiga com a leitura e saiba mais!

Planejamento

Para qualquer atividade realizada que tenha um objetivo final devemos ter um planejamento, com a reforma da sua casa não é diferente.

Quando falamos em planejamento, a impressão que vem é de algo extenso e muito complexo, mas na verdade não precisa ser assim. 

O ideal é que você organize a ordem das coisas que precisam ser feitas, as etapas da obra e o prazo total do processo, assim como o custo estimado de mão de obra e material, que também devem estar contidos nas anotações.

É claro que imprevistos podem acontecer, não estamos livres, mas com o planejamento fica mais fácil de driblar qualquer eventualidade que não estava prevista.

Projetar uma reforma faz parte do planejamento, abaixo explicamos melhor sobre isso.

Faça uma projeção da reforma

Para definir por onde começar, precisamos saber onde queremos chegar.

Projetar a reforma da sua casa é uma forma de organização, para saber previamente o que será feito e por onde começar e assim gerenciar as ações seguintes.

Projeção remete a visualização do que você vislumbra formular com a obra, então tenha em mente o que você pretende e passe tudo para o papel! 

Também é importante que você represente de forma bem clara para quem for executar o trabalho, assim evita de ocorrer desentendimentos ao longo do processo.

O planejamento e a projeção andam de mãos dadas nesse processo, além deles algo muito importante é o orçamento precoce de todo custo envolvido para que não haja surpresas desagradáveis.

Faça o orçamento de todo custo

Antes de iniciar algum projeto, fazer alguma compra ou qualquer atividade que envolva sua renda, é recomendável que se analise os gastos antes para saber se você pode realizar e de que forma. 

Com uma obra não é diferente, o ideal é que você ao planejá-la faça um orçamento total do custo da obra, isso inclui mão de obra, materiais e dependendo da extensão da obra, se prepare para eventuais possibilidades.

Não descarte a possibilidade de se mudar temporariamente caso a obra seja de grande tamanho. 

Outro ponto interessante a se considerar é que se contrate mão de obra confiável. 

Mão de obra confiável

Entregar a casa nas mãos de alguém requer muita confiança.

O ideal é que seja alguém comprometido e tenha referências de trabalhos anteriores, assim você evita o desgaste de ter que procurar outra pessoa para terminar o serviço.

Não descarta-se a possibilidade de acontecerem imprevistos, o que já citamos anteriormente aqui, mas com esse cuidado diminui o risco de desistência no meio da obra, o que poderia gerar transtornos.

Se você já conhece o trabalho da pessoa, melhor ainda e mais seguro você se sente. 

Escolha dos materiais 

Depois de projetar, planejar, escolher mão de obra e fazer o orçamento, é hora de escolher os materiais da sua obra!

Essa parte é muito importante pois faz parte da definição do resultado da obra, o ideal é que você busque por materiais de qualidade, assim você garante a durabilidade e economia a longo prazo. 

Você já deve ter ouvido a seguinte expressão: “O barato sai caro”.  

E é exatamente isso que acontece nesse caso, as vezes optar por comprar um material mais barato pode gerar mais gastos futuros.

Acontece que em quase todos os casos com material mais em conta pode não ser de uma qualidade tão boa.

O que pode gerar problemas futuros, como por exemplo, você ter que trocar aquele material em menos tempo do que se tivesse optado pela qualidade do produto na primeira oportunidade. 

Reforme um cômodo por vez

Se na sua obra tiver muitas coisas para fazer, no seu planejamento é ideal que você organize um cômodo por vez para executar as ações.

Isso ajuda na organização e permite que você consiga dar mais atenção para cada cômodo tornando mais fácil de trabalhar naquele ambiente e garantindo que ele receba atenção necessária naquele período.

Outra vantagem de reformar um cômodo por vez é que dá aquela sensação de organização já que o resto da casa se mantém intacto durante o processo.

É muito importante que você fique tranquilo no período da obra pois requer muito da sua atenção e conciliando com a rotina de trabalho e família pode ser cansativo se você não organizar esses pontos citados no texto.

Vá em busca de autorizações necessárias 

Dependendo do tamanho da sua obra é bom ficar atento ao que pode ser feito ou não.

É recomendável que você busque informações sobre as autorizações necessárias para realizar modificações na sua casa e evitar problemas como multas, intervenções e afins.

Geralmente é necessário uma autorização da prefeitura da sua cidade, essa autorização é para garantir que sua obra fique regulamentada, esse passo é importante a se cumprir. 

Agora que você já tem essas super dicas que te auxiliarão a estruturar melhor a sua reforma, é hora de pôr a mão na massa utilizando cada passo descrito no texto.

Para mais conteúdos como este, é só ficar ligado aqui no blog da UNE!

Como escolher as plantas para decorar ambientes internos

Artigo anterior

Seguro saúde X Plano de saúde

Próximo artigo

Talvez você também goste

Mais artigos em Casa e Decor